Páginas

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Ennui

Desenho babadinhos
Um carneirinho
Nuvem
Caderninho de menina
Quase um Bob-esponja
Cartazinho de colégio
Cafona
Muito cafona
Cartolina
Papel crepom
Plissadinho
Uma porção de bundas
Pétalas
Bordadinhos.

Total bore

Boredom
Doom
Bore
Total bore
Boris
Isto é uma vergonha
Vim pra cá
E tem uma floresta lá fora

quinta-feira, 15 de junho de 2017

D de Divagação



Túmulo de Inês de Castro - Mosteiro de Alcobaça
E cá estou eu, precisando escrever um trabalho para ser entregue daqui a uns 15 dias, mas eu persisto em me manter aqui na fluência do texto semiautobiográfico.
Os cubículos da biblioteca da FALE têm janela para um jardinzinho, quase como o do Mosteiro de Santo Antônio da Carioca ou como o do Santuário de Pádua. O de Pádua é maior e mais bucólico, o do Mosteiro do Rio mais arborizado. O daqui tem umas folhinhas baixas, de um dos lados grama esmeralda alta. O centro um retângulo de pedras mais ou menos grandes, alaranjadas. Em cada lado um banco de alvenaria. Tão bonitinho, tão convidativo o pátio. Mas todo mundo só passa por ali, ninguém ocupa. Aí esses quatro banquinhos com jardim no entorno e centro de pedra ficam parecendo uma instalação, uma grande obra de arte, tal qual uma obra de arte dos dias de hoje: todo mundo olha, mas ninguém desfruta.
Isso me lembra os passeios pelas mil e uma igrejas da Alsácia e os castelos da Bavária.